Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Lei municipal não proibe participar de audiências públicas

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Daniele Sisnandes/Página 3
Plenário da Câmara ontem, na audiência da Havan.
Plenário da Câmara ontem, na audiência da Havan.

Terça, 10/4/2018 8:06.

As entidades contrárias à instalação de uma segunda loja da Havan em Balneário Camboriú pretendem ir à justiça porque consideram que a audiência pública realizada ontem foi “manipulada”, com pessoas trazidas de fora, mas a legislação municipal não limita a participação de ninguém.

No caso específico a lei de ocupação e uso do solo diz apenas que deve haver audiência pública.

O decreto federal 8.243 que Institui a Política Nacional de Participação Social - PNPS e o Sistema Nacional de Participação Social - SNPS, diz que é garantido o livre acesso às audiências públicas a todos os afetados e interessados.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Política

Vereadora Juliethe em alguns casos prevê prazo de cinco dias


Economia


Cidade

Maioria que lidera contribuição não é nativa da cidade 


Cidade

Equilíbrio que existia no governo Spernau foi liquidado no governo Piriquito   


Publicidade


Geral

Prefeitura adotou novas regras em alguns setores


Cultura

Dois documentários com entrada franca


Equilíbrio

Volvo defende a redução de plásticos no oceano


Variedades

The Headcutters e bandas locais completam a programação


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade