Jornal Página 3
Cidade

Desta vez será com hoteleiros e donos de restaurantes


Geral

Por sorte não houve feridos. Empresa emitiu nota sobre o ocorrido. 


Saúde

Organizações habilitadas poderão administrar hospital e unidades de pronto atendimento


Cidade

Ela quer propor a separação de resíduos em três níveis


Geral

Da praça Tamandaré até a praça das Figueiras  


Cidade

Supervisor dos agentes de trânsito solicita colaboração da população


Esportes

Equipe de atletismo da Fundação de Esportes se destacou


Geral


Empregos

Santa Catarina tem segundo melhor saldo de empregos no país em agosto


Publicidade


Publicidade

Leia a publicação do Convention Bureau 


publicidade

Ancine anuncia R$ 192 milhões em editais para setor audiovisual

(FOLHAPRESS) - A Ancine (Agência Nacional do Cinema) lançou nesta quinta-feira (18), em sua sede no Rio, quatro chamadas públicas do Programa Brasil de Todas as Telas que, juntas, totalizam R$ 192,3 milhões de investimentos no setor audiovisual. As informações são da Agência Brasil.

O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da agência, Manoel Rangel, que também apresentou a segunda etapa do "Plano de Qualificação da Gestão de Financiamento - Ancine + Simples", que tem como objetivo dar mais agilidade e transparência às operações da autarquia, responsável pelo fomento e pela regulação do setor.

Na próxima segunda-feira (22), serão abertas as inscrições, que prosseguem até 7 de julho, para a quinta edição do edital "Prodav 03/2017 - Núcleos Criativos", no valor de R$ 14 milhões. Serão selecionadas 14 novas propostas de projetos que reúnam profissionais de criação e roteiristas com o objetivo de desenvolver roteiros de filmes, séries, programas e formatos para televisão.

No mesmo dia, a Ancine abre inscrições para outras três chamadas. Uma delas é a linha de desempenho comercial do Sistema de Suporte Automático do Programa Brasil de Todas as Telas, a chamada pública "Prodav 06/2017", que vai disponibilizar R$ 100 milhões em recursos do FSA (Fundo Setorial do Audiovisual), para empresas produtoras brasileiras independentes, distribuidoras brasileiras atuantes no mercado de salas de exibição e programadoras de televisão atuantes no serviço de acesso condicionado ou de radiodifusão.

"Além do aumento de R$ 20 milhões em relação a 2016, mudaram também algumas regras do edital, que passa a versar agora apenas sobre regras de habilitação e pontuação das empresas beneficiárias indiretas, ficando as normas sobre destinação de projetos para um documento próprio, o regulamento para destinação", explicou Manoel Rangel.

Em outra linha de financiamento, o "Projeto Cinema da Cidade", a Ancine convoca os governos estaduais a uma ação conjunta para a construção de salas de cinema em municípios sem esse equipamento. Serão investidos R$ 8,3 milhões do FSA e os governos estaduais interessados devem comprometer-se com uma contrapartida mínima de R$ 2 milhões.

A última das quatro chamadas públicas é a "01/2017 - Arranjos Financeiros Estaduais e Regionais". Neste edital, o programa da Ancine se propõe a financiar, de forma complementar, com recursos do FSA, projetos audiovisuais independentes selecionados em editais promovidos por órgãos e entidades da administração pública estadual, do Distrito Federal e das capitais dos estados. Para esta linha estão previstos investimentos na ordem de R$ 70 milhões. 


Sexta, 19/5/2017 7:14.




publicidade




Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br