Jornal Página 3

Domingo tem espetáculo “Brincadeirice” no Teatro Bruno Nitz
Divulgação

O Teatro Municipal Bruno Nitz recebe neste domingo (21) um espetáculo musical infantil que resgata canções e brincadeiras esquecidas nos dias de hoje. O show “Brincadeirice” será apresentado às 14h e às 16h30, com entrada gratuita.

Patrocinada pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Balneário Camboriú, a apresentação visa à gravação do DVD Brincadeirice. Seis músicos levarão ao palco do Teatro releituras musicais de cantigas folclóricas, brincadeiras cantadas, jogos de mão, parlendas e canções autorais.

De maneira lúdica, os artistas mostrarão ao público os diferentes recursos para o fazer musical. Eles usarão instrumentos convencionais, objetos sonoros diversos, como utensílios domésticos, e o próprio corpo, por meio da percussão corporal.

“Fizemos pesquisa sobre as brincadeiras regionais do Brasil. Hoje as crianças mais competem do que brincam. Queremos estimular os pais a inserir as brincadeiras no cotidiano das crianças”, disse a proponente do projeto, Andreza Flores.

No elenco, estão Andreza Flores, Auro Moura, Bruna Coelho, Juceline Detzel e Taise Goedert. A criação e direção do espetáculo é de Taia Goedert, que divide a direção musical com Auro Moura.

Parte dos DVDs será destinada às escolas de Balneário Camboriú.

Agende-se

O quê: Gravação do DVD Brincadeirice
Quando: Domingo (21), às 14h e às 16h30min
Onde: Teatro Municipal Bruno Nitz (Avenida Central nº 50, esquina com a Rua 300, Centro de Balneário Camboriú)
Quanto: Entrada gratuita
Classificação: livre
Duração: 50 minutos

Fonte: Fundação Cultural


Sexta, 19/5/2017 14:59.
Publicidade


Cidade

É resultado de desrespeito e incapacidade administrativa. Escola é a única que oferece ensino integral para educação fundamental.


Empregos

Com terceirização os 157 contratados poderão ser mantidos no emprego. Veja as vagas disponíveis.


Geral

Devido serviço de manutenção na ETA


Cidade

Navio já chegou com passageiros de 14 nacionalidades e 1.283 tripulantes 


Mundo/Internacional


Publicidade

Projetos têm nomes de árvores nativas e podem ser adequados ao gosto dos clientes


Publicidade