Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

'Corra!' vence o Spirit, o maior prêmio do cinema independente

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Divulgação.

Domingo, 4/3/2018 7:52.

"Corra!", filme de terror com subtexto racial, foi o grande vencedor do Spirit Awards, maior prêmio do cinema independente, levando os prêmios de melhor longa e melhor direção (para Jordan Peele).

A cerimônia aconteceu na noite deste sábado (3), em Los Angeles, na véspera da noite do Oscar.

O Spirit Awards é o maior prêmio voltado ao cinema independente. Nos últimos quatro anos, os vencedores do Spirit acabaram levando o Oscar de melhor filme. Isso pode ser um bom sinal para "Corra!", que viu suas chances crescerem conforme "A Forma da Água" minguou com denúncias de plágio.

Na trama, um jovem negro é chamado para conhecer a família de sua namorada, branca, num típico subúrbio americano. A parti dali, eventos surreais passam a tomar forma.

Também saíram premiados do Spirit outras três apostas para o Oscar: "Três Anúncios para um Crime, "Me Chame pelo Seu Nome" e "Lady Bird". O primeiro levou os troféus de atriz (Frances McDormand) e ator coadjuvante (Sam Rockwell). Timothée Chalamet levou o prêmio de ator pelo segundo, e o terceiro venceu por roteiro.

"Eu, Tonya", história sobre a patinadora olímpica Tonya Harding, levou por roteiro e atriz coadjuvante.

Veja a lista de vencedores

Melhor filme: "Corra!"

Melhor atriz: Frances McDormand, por "Três Anúncios para um Crime"

Melhor ator: Timothée Chalamet, por "Me Chame pelo Seu Nome"

Melhor diretor: Jordan Peele, por "Corra!"

Melhor ator coadjuvante: Sam Rockwell, por "Três Anúncios para um Crime"

Melhor atriz coadjuvante: Allison Janney, por "Eu, Tonya"

Melhor documentário: "Visages, Villages", de Agnès Varda e JR

Melhor filme estrangeiro: "Uma Mulher Fantástica", de Sebastián Lelio (Chile)

Melhor montagem: "Eu, Tonya"

Melhor roteiro: "Lady Bird"

Prêmio John Cassavetes: "Life and Nothing More", de Antonio Méndez Esparza

Prêmio Robert Altman: "Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi"

Melhor estreia: "Ingrid Goes West", de Matt Spicer

Melhor roteiro de estreante: "Doentes de Amor". 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Política

Vereadora Juliethe em alguns casos prevê prazo de cinco dias


Economia


Cidade

Maioria que lidera contribuição não é nativa da cidade 


Cidade

Equilíbrio que existia no governo Spernau foi liquidado no governo Piriquito   


Publicidade


Geral

Prefeitura adotou novas regras em alguns setores


Cultura

Dois documentários com entrada franca


Equilíbrio

Volvo defende a redução de plásticos no oceano


Variedades

The Headcutters e bandas locais completam a programação


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade