Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Lula e Bolsonaro seguem à frente em disputa eleitoral, aponta pesquisa CNT

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivo Página 3.

Terça, 6/3/2018 13:58.

GÉSSICA BRANDINO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pesquisa divulgada nesta terça-feira (6) aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) seguem liderando as intenções de voto à Presidência. O levantamento feito pela CNT/MDA indica vitória de Bolsonaro nos cenários sem o petista.

A pesquisa foi realizada de 28 de fevereiro a 3 de março de 2018 com 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Em pesquisa estimulada, quando o entrevistador apresenta uma lista de candidatos, Lula aparece no primeiro turno com 33,4% das intenções de voto, e Bolsonaro, com 16,8%. Não é possível comparar os percentuais com os obtidos na pesquisa anterior, divulgada em setembro. No segundo turno, numa disputa entre Lula e Bolsonaro, o ex-presidente chega a 44,1%, ante 40,5% em setembro. Bolsonaro, que tinha 28,5%, aparece com 25,8%.

No segundo turno, o cenário mais favorável ao ex-presidente é contra o governador de São Paulo Geraldo Alckmin. Lula venceria o tucano com 44,5% dos votos. Alckmin alcançaria 22,5% do eleitorado, ante 23,2% em setembro.

Sem Lula na disputa, todos os cenários testados para o primeiro turno mostram que Bolsonaro e Marina Silva (Rede) avançariam na disputa.

Marina alcança 13,9% das intenções de voto num cenário sem o ex-presidente Lula e sem Alckmin. No mesmo quadro, Bolsonaro chegaria a 20,9%, cenário mais favorável para o parlamentar nessa etapa.

Já no segundo turno, Marina e Bolsonaro aparecem tecnicamente empatados. Bolsonaro tem 27,7% e Marina, que antes alcançava 29,2%, ficaria com 26,6% do eleitorado.

Para Bolsonaro, o cenário mais favorável no segundo turno da disputa seria contra o presidente Michel Temer, que alcançaria 5,7% dos votos contra 36% do deputado federal.

Temer tem a maior taxa de rejeição entre os eleitores: 88% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum. A menor é a de Lula, que tem 46,7% de rejeição. O ex-presidente também tem o maior potencial positivo. Metade do eleitorado (50,1%) afirma que considera Lula como único candidato ou que poderia votar nele. Marina Silva é considerada por 40,2%.

CONDENAÇÃO DE LULA

A pesquisa também questionou a opinião dos eleitores sobre a condenação de Lula no caso do tríplex no Guarujá: 52,1% concordam com decisão do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) de manter a sentença contrária a Lula. Para 52,5% dos eleitores, Lula não deveria disputar as eleições presidenciais neste ano, E 42,8% afirmam que votariam em qualquer candidato indicado pelo petista ou que votariam dependendo do candidato.

GOVERNO TEMER

A pesquisa também revela que 69% dos entrevistados são a favor da intervenção federal no Rio de Janeiro e que a decisão do governo foi correta. Para 62,1% a intervenção deve resolver o problema da segurança pública no estado, total ou parcialmente. A criação do ministério extraordinário da Segurança Pública é aprovada por 62,8%.

A aprovação, entretanto, não se reflete na avaliação do governo. Para 73,3% a gestão de Michel Temer é ruim ou péssima -ligeira queda em relação à pesquisa de setembro, quando o governo tinha rejeição de 76%- e 20,3 avaliam como regular. Somente 4,3% consideram o governo ótimo ou bom -em setembro eram 3%. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Saúde

Dia D será 12 de maio, um sábado, com mais postos de vacinação abertos 


Geral

Prefeitura adotou novas regras em alguns setores. São esperadas 160 mil pessoas.


Esportes

Saída às 14h. Vila da Regata ficará aberta até às 18h.   


Cultura

Estreia será neste domingo, dia 22


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade