Jornal Página 3

Santos perde para a Chapecoense e dá adeus ao título brasileiro

Terça, 14/11/2017 6:45.

(UOL/FOLHAPRESS) - Se o Santos ainda alimentava alguma esperança de ser campeão brasileiro em 2017, o sonho chegou ao fim nesta segunda-feira (13). No encerramento da 34ª rodada, o time perdeu fora de casa para a Chapecoense, por 2 a 0, e deu adeus às chances matemáticas de ultrapassar o líder Corinthians até o final do campeonato. Wellington Paulista e Arthur Caike fizeram os gols.

Foi a segunda derrota seguida da equipe sob o comando do técnico Elano, após o 2 a 1 sofrido em casa para o Vasco na rodada passada, o que deixou o Santos estacionado nos 56 pontos -12 a menos que o Corinthians, que tem 68. Atualmente no quarto lugar, o Peixe até poderia igualar a pontuação do líder, mas perderia no número de vitórias (tem cinco a menos).

Lutando agora para terminar no G-4 e se garantir na fase de grupos da Libertadores, o Santos enfrenta o Bahia, novamente fora de casa, na próxima rodada. Já a Chapecoense, que subiu para 44 pontos e passou para a 13ª posição, oito pontos acima da zona do rebaixamento, receberá o Vitória.

A Chape começou acelerando o ritmo em casa e conseguiu sair na frente logo aos 13 minutos de jogo, graças a um toque de mão de Lucas Veríssimo dentro da área. Wellington Paulista foi para a cobrança e converteu, deixando o time catarinense na boa para se fechar e jogar no contra-ataque pelo restante da partida.

Com o adversário recuado, o Santos tentou trabalhar a bola pelo chão para chegar ao gol de empate. Mas demonstrou muitas dificuldades.

Elano escalou três volantes de origem -Alison, Renato e Matheus Jesus- e a equipe rodou muito a bola sem efetividade no meio-campo. Só quando Lucas Lima tentava buscar jogo e acelerar é que o time ameaçava algum perigo. Utilizado na lateral esquerda, Victor Ferraz apoiou muitas vezes por dentro e embolou o ataque santista em vez de abrir espaços. O Santos só assustou quando a Chapecoense errou feio ao sair jogando e obrigou Jandrei a deixar a área para evitar o gol de Ricardo Oliveira.

Elano não mexeu na equipe no intervalo, mas fez uma alteração ousada logo aos seis minutos da segunda etapa: tirou Lucas Lima para colocar Jean Mota aberto pela direita. Com relação conturbada com a torcida santista, o camisa 10 deixou o campo andando lentamente, de cabeça baixa. Mas o Santos não melhorou após sua saída e continuou com muita dificuldade para criar chances.

Em uma das escapadas na segunda etapa, a Chapecoense ampliou a vantagem. Wellington Paulista achou espaço pela direita e cruzou na medida para Arthur Caike, que fechou na pequena área para desviar a bola para o fundo da rede de Vanderlei.

O Santos foi para o tudo ou nada após o segundo gol dos catarinenses e passou perto de diminuir, mas pecou na hora de finalizar. A chance mais clara foi com o zagueiro Lucas Veríssimo, que ficou com uma sobra de bola após cobrança de escanteio e, na pequena área, isolou por cima do travessão.

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Gols: Wellington Paulista, aos 13 min do 1º tempo, e Arthur Caike, aos 23 min do 2º tempo
Cartões amarelos: Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Serginho (S)

CHAPECOENSE
Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral e Moisés Ribeiro; Luiz Antônio (João Pedro), Canteros (Neném) e Arthur Caike; Wellington Paulista (Túlio de Melo)
T.: Gilson Kleina

SANTOS
Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Victor Ferraz; Alison; Lucas Lima (Jean Mota), Renato, Matheus Jesus (Serginho) e Arthur Gomes; Ricardo Oliveira
T.: Elano 


Publicidade


Colunistas
por Augusto Cesar Diegoli
por Enéas Athanázio
por João José Leal
por Fernando Baumann
por Marlise Schneider
por Sonia Tetto
Política

Iniciativa do vereador Achutti desagradou o governo anterior e o atual 


Saúde

Mutirão será antecipado 


Cidade


Cidade

Meta é 100% de cobertura de água e esgoto ainda neste ano 


Opinião


Guia Legal BC

A casa tem mais de 25 anos de praia e agora quer alcançar os mais jovens também  


Variedades

Na telona grandes artistas da música brasileira


Variedades

Banda se apresenta no Mercado Pirata


Opinião

Artigo de opinião


Cultura

Dica de passeio cultural de verão


Cidade

O serviço não tem ônus adicional, é programado e deve ser agendado por telefone