Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Defesa falha, e Palmeiras empata com o Botafogo fora de casa na estreia

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Terça, 17/4/2018 5:45.

(FOLHAPRESS) - O Palmeiras estreava com vitória no Campeonato Brasileiro até os 36 minutos do segundo tempo. Quando uma falha coletiva da defesa alviverde propiciou o gol de empate do Botafogo.

A equipe dirigida por Roger Machado volta do Rio de Janeiro com um empate por 1 a 1.

Depois de um primeiro tempo ruim, quando o Palmeiras teve mais a bola do que o Botafogo mas não conseguiu organizar jogadas claras de gol, a situação mudou em oito minutos.

Guerra, que havia entrado no intervalo no lugar de Lucas Lima, outra vez com pouca participação na criação, entrou na área vindo de trás, recebeu passe de Dudu, após lançamento de Keno, e marcou o primeiro gol alviverde no Campeonato Brasileiro na saída de Gatito Fernandes.

A então vitória parcial do Palmeiras obrigou o Botafogo dirigido pelo técnico Alberto Valentim, que no ano passado comandou a equipe de São Paulo, mudar seu comportamento.

Ao contrário das duas linhas defensivas do primeiro tempo, que juntas chegaram a ter nove jogadores, a busca pelo empate do time do Rio fez o Palmeiras ter mais o contra-ataque.

Com isso, a velocidade de Keno e a habilidade de Dudu apareceram mais.

O Palmeiras chegou a ter novas chances de gol, mais do que no primeiro tempo, mas não ampliou. O que revela um dos problemas que vem aparecendo na equipe de Roger Machado. Precisa de muitos chutes ao gol para marcar.

Na defesa, a estreia do time alviverde mostrou outros problemas. Apesar da dupla de volantes, Felipe Melo e Bruno Henrique, ter passes precisos, a saída de bola desde a defesa até os três jogadores mais da frente vem sendo lenta.

Pelo Botafogo, Valentim, principalmente nos primeiros 45 minutos, também explorou as laterais da defesa da equipe paulista. Mas apesar de 16 cruzamentos, contra 6 do Palmeiras, os jogadores do Botafogo acertaram apenas 3.

Na etapa final, ao ir mais para o ataque, o Botafogo também chegou com perigo. Mas só conseguiu seu gol de empate no terço final da partida.

Após bola alta na área, Antonio Carlos tentou tirar de cabeça. Felipe Melo perdeu no duelo aéreo para o zagueiro Igor Rabello. O jogador do Botafogo furou na primeira tentativa. Mas como ninguém apareceu na marcação, ele teve tempo para marcar no segundo arremate, aos 36min.

O Palmeiras faz sua segunda partida no Nacional domingo (22), às 16h, contra o Internacional, no Pacaembu.

BOTAFOGO
Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello, Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Kieza), Gustavo Bochecha (Marcos Vinícius); Leandro Carvalho (Rodrigo Pimpão), Brenner, Leo Valencia. T.: Alberto Valentim

PALMEIRAS
Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins, Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Moisés), Lucas Lima (Guerra); Dudu, Willian (Deyverson), Keno. T.: Roger Machado

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro
Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Cartões amarelos: Marcinho (Botafogo); Diogo Barbosa, Marcos Rocha, Felipe Melo e Dudu (Palmeiras)
Gols: Guerra, aos 8min do segundo tempo (Palmeiras); Igor Rabello, aos 36min do segundo tempo (Botafogo). 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Esportes

Os campeões colocaram a CPH Brasil e Balneário no topo do pódio    


Cidade

Conselho da Cidade e Câmara de Vereadores não votam mais em casos desse tipo 


Seu Dinheiro

Metade não entregou. Esta é a última semana 


Saúde

Dia D será 12 de maio, um sábado, com mais postos de vacinação abertos 


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade