Jornal Página 3
Colunistas
por Fabi Langaro Loos
por Sonia Tetto
por Saint Clair Nickelle
por Augusto Cesar Diegoli
por Enéas Athanázio
Saúde

PA da Barra e UPA do Nações fazem parte do mesmo pacote 


Variedades

Evento acontece em setembro


Geral

Brasil fora do radar dos jovens qualificados que buscam empregos 


Equilíbrio

 Aulas presenciais e turmas pequenas  


Policia


Publicidade

Leia a publicação do Convention Bureau 


Policia

Denúncia falsa levou PMs e abordarem GMs num bar da cidade 


Campanha de vacinação contra gripe tem boa procura
Waldemar Cezar Neto.
Fila da vacina contra a gripe, ontem, no Posto de Saúde Central.
Fila da vacina contra a gripe, ontem, no Posto de Saúde Central.

Termina nesta quinta-feira (20) a primeira semana da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, reservada somente para maiores de 60 anos e portadores de doenças crônicas, por determinação do Ministério da Saúde.

A partir de segunda-feira (24) a campanha segue para os demais grupos prioritários e também para maiores de 60 anos e portadores de doenças crônicas que não conseguiram vacinar nesta semana.

Em Balneário Camboriú no primeiro dia foram aplicadas 1.300 vacinas, das quais 1.144 em idosos e o restante em pacientes crônicos. A procura maior sempre é no Posto Central e os primeiros dias sempre apresentam filas.

“O idoso é o carro-chefe e o que tem maior aderência”, explicou Laís Emídio, diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DEVE).

Segundo ela o primeiro dia foi considerado de movimento fraco, com exceção do Posto Central, onde foram aplicadas 814 doses. Mas no segundo dia a procura normalizou e cresceu em todas as unidades.

O Dia D, data da mobilização nacional, será 13 de maio. A campanha termina no dia 19 de maio.

Este ano a secretaria da Saúde espera atingir 90% ou mais da meta estabelecida. Junto com a campanha contra Influenza, as pessoas podem vacinar contra o tétano (ou fazer o reforço ou começar do zero quem não tem comprovante vacinal) e as gestantes poderão vacinar contra dT (vacina bacteriana dupla do tipo adulto contra difteria e tétano) e dTpa (tríplice bacteriana acelular do adulto), com objetivo específico na gestação de proteger contra tétano neonatal e coqueluche no recém nascido.

As vacinas podem ser feitas em todas as unidades de saúde, além do Núcleo da Atenção ao Idoso (NAI), Núcleo de Atenção a Mulher (NAM) e Posto de Atenção Infantil (PAI).

É importante levar a carteirinha de vacinação. Portadores de doenças crônicas devem apresentar requisição médica.


Quinta, 20/4/2017 10:50.




publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br